cruz na luz

Nenhum ser humano enquanto tal, nenhum Estado ou regime político possui a verdade. Logicamente Estado algum ou partido político tem o direito de impor às famílias ou aos cidadãos um pensamento único ou seja uma ideologia ou corrente filosófica.

Mas a tentação, nesse sentido, é grande. O pensamento único, uma ideologia imposta, está por detrás de todas as ditaduras das chamadas direitas ou esquerdas. Mesmo nos países cuja Constituição se baseia nas liberdades fundamentais, se nota que, sub-repticiamente, sobretudo alguns partidos e o sucessivos governos procuram controlar os meios de comunicação social, para impor a sua verdade. E quem não alinhar, logo é apelidado de conservador. Pior, facilmente é brindado com mais diversas “fobias”. Quando julgávamos mortas certas ideologias que conduziram a horrendas crueldades, eis que elas renascem, com roupagens modernas mas igualmente cruéis como as suas antecessoras. Não há democracias perfeitas mas “a porca volta sempre lavar-se na mesma água”