ditadura do relativismo

Um senhor deputado, muito autoconvencido da sua importancia, foi dar uma entrevista a uma rádio. O objetivo dessa torrentede palavras, vazias de conteúdo, era zurzir na Igreja. Afinal nada disse de novo. Foi uma artimanha para ver se conseguia mais uns votos de forma indireta. Aparentemente estava com muita pena das vítimas.
Convido o dito deputado investigar se  altas figuras do Estado souberam ou não muito antes do que passava na Casa Pia ,Instituição do Estado, e se o mesmo Estado indemnizou as vítimas.
Pode também investigar se as vítimas dos próprios familiares, que são a maior parte e continuam a ser, são tanto quanto possível, devidamente tratadas e curadas.
Também parece que lá pelas suas terras, a judiciária anda a investigar indícios de corrução. Ora corrução chama outra corrução sobretudo na área do turismo